Perenidade dos treinamentos

Como estabelecer medida valorativa?

O que mais escuto quando vou a reuniões para fechamento de uma proposta de treinamento é: quanto tempo dura o efeito deste treinamento?

Bem, eu respondo, vai durar até que seu interesse por ele dure.

E por que esta resposta? Simplesmente porque para um treinamento ser considerado eficaz, a liderança precisa estar comprometida com os resultados que se pretende alcançar.

É também de responsabilidade das lideranças incentivarem seus colaboradores a conciliar o treinamento com a prática. É imprescindível permitir a utilização do que se aprendeu no treinamento no dia-a-dia do trabalho.

Existem inúmeras formas e linguagens utilizadas em treinamentos, entretanto costumo dizer que se queremos gerar algo novo, é necessário fazer uma nova aposta e cada vez de uma forma diferente.

Explico que quando for escolher uma palestra ou treinamento, incorpore a ousadia também em seus critérios. Avalie, abrindo espaço para propostas que fogem do convencional, mas mostram conteúdo.

Em pesquisa realizada pela Universidade Motorola, o aproveitamento do conteúdo de um treinamento ou palestra não passa de 5% se a pessoa participa num ato de passividade, ao passo que pode chegar até 85% quando há participação ativa no programa de treinamento.

Concordo com esta pesquisa, já que nos últimos 16 anos trabalhando diretamente com pessoas, pude observar quando retorno às empresas que ex-participantes se aproximam e fazem comentários sobre alguma dinâmica aplicada, ou algo que tenha realizado ou mudado em sua vida após passar pelo treinamento.

Este feed-back funciona como um indicador de que estamos no caminho certo. Se para alguns o treinamento fez diferença, significa que de alguma forma o conteúdo transmitido foi absorvido e que sua duração pode ser perene.

Importante se faz comentar que o produto ou benefício de investimento em um programa de treinamento é o conhecimento adquirido aplicado ao trabalho em uma determinada época, que pode ser imediata ou não.

Esse benefício, por sua vez, é intangível, pois o conhecimento adquirido não é algo físico que se possa tocar, armazenar e demonstrar sua rentabilidade financeira para a organização. O desenvolvimento é um patrimônio que a pessoa levará consigo para onde for. Quando se fala em resultado de treinamento espera-se que esteja implícito aumento de produção, melhoria da qualidade, redução de custo, redução de acidentes, aumento de vendas, redução de rotatividade de pessoal, aumento do lucro ou do retorno do investimento.

É importante reconhecer que resultados como estes são a razão de ser dos programas de treinamento. Entretanto, quando se trata de um treinamento comportamental como liderança, comunicação, motivação, gerenciamento de tempo, energização, decisão, ou estilo gerencial é difícil ou quase impossível medir o resultado final de programas desta natureza.

Estes devem ser medidos em termos de níveis de satisfação dos funcionários ou outros indicadores não financeiros. Vale frisar que treinamentos devem servir para melhorar a produtividade das pessoas, para que elas realizem seus trabalhos e abram suas cabeças para o novo, para a criatividade e a eficiência em suas atividades. Treinar com consciência é tarefa de muito valor e acarreta ótimos resultados.

Por fim, sugerimos que ao escolher um treinamento se observe que a metodologia deverá ser preferencialmente lúdica, participativa e vivencial, pois está comprovado que este tipo de técnica produz os melhores resultados em curto espaço de tempo e o treinamento deve ser customizado, ou seja, ajustado às características da empresa, como tipo de negócio, fatores críticos de sucesso, perfil dos clientes, vantagens competitivas, entre outras.

Hoje muitas pessoas vêm a mim e pedem algo diferente que fixe na memória dos colaboradores. Aí eu me pergunto, mas o que será que realmente produz resultado? Como reconhecer um treinamento que seja ao mesmo tempo diferente, atinja o objetivo e não custe uma fortuna? O que um treinamento precisa ter para fazer com que as pessoas descubram ou acordem o seu lado criativo e mais produtivo?

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário