Toda noite é um começo de um novo dia...

 

 

Há algum tempo percebi que perdia o foco, não conseguia lembrar o que precisava fazer, com quem ia me encontrar... A correria estava atrapalhando minha produtividade. Foi quando percebi que não era a correria, e sim minha memória. Não podia confiar na memória. Então passei a anotar em um pequeno caderno tudo aquilo que precisava fazer, quando iria fazer e um pequeno bônus: o que aconteceu de bom durante o dia, para que eu pudesse agradecer pelo momento.

Não é que funcionou? Consegui me organizar melhor! Sabia o que tinha que fazer, qual meu prazo, e o melhor de tudo: as coisas boas que anotava começaram a tornar uma espécie de diário. Quando releio, sinto novamente aqueles momentos de felicidade que as coisas boas nos proporcionam.

Portanto, se vale a dica escreva, escreva tudo, não importa se são muitas ou poucas coisas, mas coloque no papel.

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário